No centro de Foz do Iguaçu, lembranças e peças artesanais, sobretudo em cerâmica, são encontradas na Cooperativa de Artesanato – COARTE e na Feira Antiquarium, que acontece aos domingos na Avenida Juscelino Kubitschek.

Houve um tempo em que a vizinha Ciudad del Este, no lado paraguaio da Ponte da Amizade, fervilhava de brasileiros. Hoje, o movimento é menos intenso, mas ainda há muita gente circulando pelas ruas em busca de importados a bom preço. Bebidas, relógios, perfumes, cosméticos, eletrônicos em geral, tênis e mais um sem número de itens que só indo lá para conferir. Há uma infinidade de shoppings e galerias comerciais na cidade, mas é preciso estar atento, pois nem todas as lojas trabalham com material de boa procedência. Quanto às bancas de rua, melhor evitar essa opção, para não correr o risco de comprar imitações sem valor.

Em Misiones, no lado argentino da fronteira, o Duty Free Shop Puerto Iguazú tem produtos autênticos e de alta qualidade a preços bem convidativos.

Portar carteira de identidade ou passaporte é indispensável para quem cruza a fronteira e verificar os limites de gastos em compras estipulados pela Receita Federal pode evitar surpresas desagradáveis.