Comida indígena para ninguém botar defeito, esse é o top da cozinha manauense. Peixes de água doce, como o tambaqui, o tucunaré, o pirarucu, o filhote e o jaraqui, vêm à mesa assados ou em caldeiradas temperadas com as aromáticas pimentas amazônicas. Pratos e ingredientes com nomes misteriosos: tacacá, tucupi, jambu, tucumã, cupuaçu, camu-camu, taperebá, graviola, araçá, açaí,tapioca, guaraná. A música da língua da floresta mesclada a sabores nativos especialíssimos.

Ao natural ou em doces e sorvetes, as frutas da Amazônia têm um quê afrodisíaco. As ervas e temperos, coloridos e odorantes, dão requintes de sofisticação ao mais simples dos pratos. Castanhas da Amazônia com seu gosto verdadeiro, Balas, com massa de fruta envolta em chocolate, X-Caboclinhos, de pão com lascas de tucumã, queijo coalho derretido e banana frita… E outra banana frita, a verde, em rodelinhas finas, salgadinha, um prazer crocante encontrado em barraquinhas por toda a cidade. Deliciosas novidades para o olfato e o paladar.