Cidade cosmopolita com forte influência de imigrantes alemães, italianos e poloneses, a capital gaúcha não poderia deixar de oferecer restaurantes dessas especialidades. Mas não apenas dessas. As especialidades francesas e orientais, como as tailandesas e as japonesas, também se fazem presentes.

Como em todo o Rio Grande do Sul, Porto Alegre não dispensa as carnes assadas na brasa. Aqui, o churrasco é uma verdadeira instituição. Nos fins de semana, não é raro ver porto-alegrenses munidos de suas cuias de chimarrão montando churrasqueiras nos parques – e até mesmo nas praças – e preparando um bom vazio, um dos cortes de carne bovina favoritos. Os tradicionalistas mais radicais, dispensam “heresias” como as saladas e a picanha, preferindo uma bela costela de boi espetada junto ao fogo de chão. Ela demora algumas horas para ficar pronta e, depois, é servida acompanhada apenas de farinha de mandioca.

As churrascarias da moderna e democrática Porto Alegre, no entanto, atendem a todos os gostos. Das mais simples às mais sofisticadas, elas servem diversos cortes bovinos, suínos e caprinos acompanhados de pratos regionais, como o Arroz de Carreteiro, ou de um farto bufê.