Em Salvador sempre se fica tentado a comprar coisas típicas, que levarão para um cantinho da casa da gente um pouco dessa terra encantada. Algumas das melhores opções para esse tipo de compra são o Instituto de Artesanato Visconde de Mauá, onde se encontram bordados, rendas e cerâmicas do Recôncavo Baiano, a Coisas da Terra, com bonecas, frutas de cerâmica e peças de artistas locais, a Feira de São Joaquim, coisa pra gente de coragem, com frutas e temperos regionais, artigos de candomblé e comida típica, e o Mercado Modelo, onde o negócio é pechinchar, com roupas e artesanato a preço engana-turista.

Para as compras habituais, os diversos shoppings – do tradicional e popular Shopping Barra ao sofisticado Iguatemi – oferecem um amplo leque de lojas dos mais diversos setores, além de serviços, restaurantes e cinemas. O Salvador Shopping é o maior e o mais badalado. O Itaiguara, o menor de todos, tem até música ao vivo. E o Salvador Norte Shopping é uma mão na roda para quem fica na região de Itapuã e Stella Maris.